Um sonho todo azul

"Sinto falta dele me pegando, de surpresa, como uma qualquer que conheceu na rua. Não sou muito romântica, dessas de jantar à luz de vela e toda essa parafernália. Por mim, a gente pula para a cena de sexo. Ele diz que eu tenho muita testosterona, às vezes brinca de me pedir emprestado. Ele acha que a gente não precisa fazer todos os dias. Uma vez ele veio com um papo freudiano ridículo de que os homens intelectualizados precisam de novidades, por isso sentem menos tesão. Mandei ele se foder, mas o palhaço disse que estava sem vontade. Pode?"

Gabito Nunes.

"Não quero usar aquelas frases de diário de colégio e dizer que o que tiver de ser, será. Mas se tem uma coisa que não desejo de jeito algum é que um determinado dia, você demore um pouco e enrole antes de dizer que cansou de tudo, do meu sofá, do meu frango com gengibre, do meu jeito de não ficar satisfeita quando fico satisfeita, da permanência das minhas mudanças e diz que já vai indo, alimentando meu asco por últimos olhares em portas de elevador. Da cozinha eu te vejo sério e minha bronquite já se manifesta contrária à ausência do hálito do seu papo calmo, curioso e um pouco engraçado, então fico pensando no que mais posso te oferecer pra você ficar aí."

Gabito Nunes.  

"Oi, desculpa está deixando essa mensagem no seu celular, mas é que não aguento mais fingir que estou bem quando não estou. Eu preciso de você. Eu passei essas semanas tentando esquecer você e tudo que a gente passou juntos, mas todas as músicas me lembravam de nós dois. Você disse que me amava e que ficaria comigo para sempre, mas não foi assim e o que me resta agora é fingir sorriso pra todo mundo enquanto meu coração ta destroçado sem você. Eu fui a festas, bebi, provei outros beijos e tudo foi em vão. Fiz tudo para te tirar de mim e tu continua aqui. Faz parte da minha rotina ler nossas mensagens antigas e ver nossas foto. Continuo assistindo aqueles filmes que víamos juntos, mas hoje passo abraçada com o travesseiro e chorando por saudades. Não importa o que eu tenho feito, pra onde tenho ido… Sem você comigo está tudo sem graça. Volta. Eu ainda tento entender o motivo de tudo ter acabado, vai dizer que não sente minha falta? Nem um pouquinho? Não se arrepende de ter ido embora? Fala por favor. Eu vejo tanta gente sem graça por ai e lembro-me de quando nós dois riamos deles por estarem tão irritados e tão sem vida. Eu virei uma dessas pessoas sem sal sem você. Me desculpe por tudo isso, acho que ta ficando idiota toda essa mensagem… É só que não aguento mais estar longe de quem eu amo… Eu nunca disse adeus pra você, pro nosso amor, saiba disso."

Cause I’d bleed my heart.   

"Eu tenho as minhas crises de mudança de humor, você tem as suas de raiva, eu tenho de choro e você de ciúme. Você é a direita e eu a esquerda, cão e gato, água e óleo. Mas o que fazer quando duas pessoas que simplesmente não “são para ser” se querem, se amam, se pertencem? O que se pode dizer de um casal que só briga, só fica de orgulho bobo, diz que vão esquecer um ao outro, mas simplesmente as horas do dia passam, a saudade bate e o orgulho vira pó onde o amor brota? Eu não acho a solução pra nós dois, esquecer, ir embora, deixar de lado ou ficar junto, tentar de novo, se amar como se os erros do passado não deixassem feridas em ambos os corações. Você e eu formamos um cálculo de uma prova que eu apagaria e tentaria mil vezes, mas não chegaria num resultado concreto…"

And about you and me? It’s a fucking mistake…

"Certos tipos de saudade não são bonitas, não são dignas de serem registradas numa folha de papel. Certos tipos de saudade a gente tenta, mas não esquece, machuca, corrói, mas não há uma maneira sequer de se livrar dessa dor. Às vezes a pessoa simplesmente nem merece que você ou qualquer outro tenha esse sentimento guardado em si por ela, mas você não tem culpa do amor que existe dentro do seu coração. Certos tipos de saudade, até mesmo os poetas abominam, mas todos carregam a certeza de que onde há sincero amor, haverá sempre uma saudade ainda mais sincera."

Certos tipos de saudade.

"É bom,
às vezes se perder
sem ter porque
sem ter razão."

Los Hermanos